WeCreativez WhatsApp Support
Bem-vindo ao nosso site, nossa equipe está pronta para ajudar.
Olá, como posso ajudar?

(81) 99610-7895 | 98582-7060

contato@gescontabilidade.com.br

Gestão contábil: se prepare para crescer

Para que a gestão contábil venha contextualizar o crescimento da sua empresa, você precisará fazer algumas perguntas para si próprio

É quase impossível você ser empresário e não pensar em crescer. Mas que a sua empresa possa crescer, algumas perguntas precisam ser feitas para uma autoanálise. Esse processo de autoafirmação e de reconhecimento de pontos de convergência é um processo de gestão contábil que precisa ser levado muito em consideração.

Por meio da perspectiva financeira, a gestão contábil torna-se um ponto de controle. Mas para que a gestão contábil venha a fluir nesse serviço, algumas perguntas sobre si próprio precisam ser respondidas por si próprio.

Como num efeito dominó, o movimento de onde, como e para onde crescer leva a empresa a resposta de diversas outras dúvidas e constrói um contexto dentro da gestão contábil. Por causa disso, pensamos em desenvolver uma série de artigos que vão adentrar esse tocante sobre as perguntas que você deveria fazer para que o processo de gestão contábil venha contextualizar o crescimento da sua empresa.

Por que?

Por que o quê? Ta aí uma pergunta que fazemos desde o nosso nascimento: por que? Desde pequenos, quando aprendemos a falar, a nossa expressão é cheia de questionamentos – nossas mães que o digam. Mas no universo de gestão contábil a pergunta que fica é: por que devemos crescer? Se, ao olhar para dentro, você entender que já chegou a um ponto de conforto na gestão e no controle da sua empresa e não saber mais para onde crescer, atente-se, você não pode cair na acomodação.

Por outro lado, crescimentos rápidos podem fazer com que a capacidade de gestão contábil fique em xeque.

Então, onde achar o tal do meio termo? Justamente fazendo a autoanálise e perguntando-se a si mesmo, o motivo da geração e da necessidade de crescimento.

Quanto maior a empresa, mais complexa a gestão contábil do negócio. Uma boa gestão é capaz de se organizar conforme o crescimento, e não se perder perante a ele. A estruturação da empresa, o progresso tecnológico, o contingente de funcionários, tudo isso faz parte do conhecimento pessoal da empresa dentro das conformidades da gestão contábil.

Trace fases estratégicas desde o início do seu negócio, para saber onde você está, para onde você quer chegar e como você vai fazer para chegar lá. Essa leitura só poderá ser feita se você souber o porquê você está onde está.

Estrutura da empresa

Outra pergunta que precisa ser feita por você e respondida por você para você mesmo: como que está a estrutura da sua empresa, visando crescimento? Como um efeito dominó, essa pergunta gera outras perguntas, e assim sucessivamente. Mas vamos focar, a princípio, no primeiro toque do efeito.

Nesses casos, há um método de autoavaliação chamado “dez vezes mais”, que consiste fazer a seguinte pergunta a si mesmo: Se do dia para a noite a minha empresa crescesse em dez vezes, será que eu teria estrutura para tocá-la sem grandes problemas? Esse exercício ajudará, então, a você, como empresário, descobrir os gargalos da sua empresa.

O método pode ser adaptado para que líderes de departamento venham, também, a refletir sobre as suas funções e a sua equipe. Será que, por exemplo, se a sua empresa crescesse dez vezes mais do dia pra noite o seu gerente de infraestrutura saberia lidar com a demanda? E o seu poderio de material? Essa pergunta pode ser uma autoanálise específica de cada departamento.

Os fatores citados acima são de principal influência para que, dentro da gestão contábil, o seu negócio venha crescer, mas, além disso, fatores como o conhecimento de forma de crescimento, os milestones do caminho, material pessoal, riscos e benefícios, fatores a ser abordados para o crescimento da sua empresa.